Já abriu o período para a apresentação de propostas, por entidades promotoras, para organização, em Portugal, de campos de trabalho internacionais, em 2016. As propostas deverão dar entrada nas  Direcções Regionais do IPDJ e Lojas Ponto Já, até ao próximo dia 31 de Dezembro de 2015.

Para o ano de 2016 mantêm-se o apoio financeiro de 21,50 € por dia e participante assim como o valor da taxa de inscrição e de caução de 25,00 €.

Foi ainda decidido o seguinte pelo Conselho Diretivo do IPDJ, para o ano de 2016:

– As propostas aos CTI deverão contemplar um máximo 17 voluntários;

– A duração máxima de cada CTI deverá ser de 12 dias;

– Não poderão ser aprovadas e selecionadas para financiamento mais do que 2 candidaturas por entidade e de acordo com uma reordenação da lista definitiva que garanta uma maior diversidade de entidades promotoras de CTI (ver portal da juventude – candidaturas de entidades).

O IPDJ dará prioridade em 2016 a projetos que, além das áreas previstas incluam de forma equilibrada e integrada uma abordagem pontual sobre os Refugiados (atividades de sensibilização e/ou inclusão).

Só serão aceites candidaturas recebidas até 31 de dezembro de 2015 e deverão ser acompanhadas obrigatoriamente da ficha informativa do campo, preenchida em Inglês (não excedendo 1 página sem fotos, ou 2 páginas com fotos) em formato word ou doc. (não enviar em ficheiro pdf);

A informação sobre as candidaturas das entidades promotoras de CTI já se encontram actualizadas no Portal da Juventude e os ficheiros em anexo (formulário de candidatura, ficha informativa e declaração de compromisso) a  serem utilizados este ano pelas entidades promotoras, encontram-se igualmente disponíveis no Portal da juventude. Encontra-se igualmente divulgada no Portal e na mesma secção a grelha de avaliação de candidaturas para 2016.

Podes consultar isto tudo aqui.